24 de jan de 2011

Daniel Johns e a Anorexia


Em 1997, na turnê do "Freak Show", começou a evidenciar-se a depressão e a paranóia de Daniel Johns. Depois da turnê encerrada, Daniel mudou-se da casa dos seus pais para uma casa que ele havia comprado após um conselho de seu terapeuta. Mas as coisas pioraram no início de 1998, quando ele começou a isolar-se, não mais sair de casa e não fazer nada, somente escrever poesia. "Eu não queria aparecer em público porque eu tenho muitos problemas com a minha ansiedade, eu preciso tomar remédios toda vez que eu deixo a minha casa, achava que as pessoas estavam conspirando em torno de mim e toda vez que eu deixava a casa eu ficava abatido", disse. Morando sozinho, longe da atenção, dos olhares de sua família e amigos, o distúrbio alimentar de Daniel apareceu e logo foi intensificando-se. Quando escrevia as letras do álbum Neon Ballroom, em especial a de "Ana's Song", Daniel chegava a comer dois ou três pedaços de frutas por dia. Não se sabe o peso que ele perdeu, mas quando chegou aos 50 kg, Daniel foi ao médico e ele disse que tratava-se de uma Anorexia nervosa e as coisas precisariam mudar ou então ele morreria. Ao contrário dos que possuem esse distúrbio, Daniel não se achava gordo, mas se via "embaraçado" por estar tão magro, chegou algumas vezes a pensar em suicídio. A explicação da doença foi que com o sucesso muito precoce da banda, a parte psicológica de Daniel entrou numa profunda depressão e desenvolveu problemas de distúrbios alimentares. Mas a crise foi superada e resultou em um grande trabalho chamado: Neon Ballroom

Daniel Johns: "Eu comecei a me tornar uma pessoa normal novamente e levando uma vida normal, sorrindo e tudo, eu não conseguia isso".


Nenhum comentário: